sexta-feira, 28 de agosto de 2009

O telescópio caseiro

Os três principais tipos de telescópio são: Refratores, Refletores e Catadióptricos. Vamos nos ater ao funcionamento e construção do telescópio refrator, pois pode ser facilmente confeccionado com material de baixo custo e seu funcionamento é bem simples.

Esse tipo de telescópio é constituído basicamente de duas lentes sobrepostas. Uma delas é chamada de objetiva, porque fica direcionada para o objeto a ser observado recebendo a luz proveniente dele. A outra é chamada ocular, pois é a que direciona esses raios de luz para os olhos do observador. O esquema mostrado abaixo é uma representação de como as lentes devem ser posicionadas no telescópio:
Observe que existe certa distancia entre a ocular e a objetiva, identificada no esquema pela letra D. Essa distancia depende do grau das lentes usadas e pode ser calculada através de uma fórmula simples: basta dividir um pelo grau de cada lente e depois somar os resultados! Por exemplo, se o grau da objetiva for 2 e o da ocular for 6, teremos umas distância de aproximadamente 67cm porque um dividido por dois é 0,5 (ou seja, meio metro) e um divido por 6 é aproximadamente 0,17 (ou seja, 17cm). Somando os resultados temos 0,67 metros, ou 67 centímetros.

Eu recomendaria uma lente objetiva de um grau e a ocular de seis, pois já fiz um telescópio desse tipo e ficou muito bom (levando em conta que é caseiro!). O suporte para as lentes pode ser confeccionado com tubos e reduções de PVC, ou com tubos de papelão. Calcule o tamanho da armação conforme explicado acima.

Para saber quantas vezes a imagem será aumentada, basta dividir o comprimento D pela distancia focal da ocular (que é de 0,17 no caso do exemplo citado). Esse tipo de telescópio também é chamado de Luneta, pois permite ver alguns detalhes na superfície da Lua, mas não vai muito além disso. Outra observação interessante á a dos satélites de Júpiter, vistos como pequenas estrelas, mas que marcou um ponto importante na história da humanidade a 400 anos atrás! Não conhece essa história? O Sapo Velho conta ela depois...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário